Como fazer orçamento de uma obra?

 

Uma das partes mais importantes de uma obra é o orçamento dela. Um orçamento bem feito significa uma grande chance de se conseguir economizar dinheiro na obra. E um orçamento mal feito é a maior certeza de que a pessoa vai gastar mais do que ela está esperando gastar.

 

Como iniciar?

 

A primeira etapa de um orçamento é o levantamento da quantidade. Por exemplo, qual a quantidade de alvenaria que será consumida na obra? Isso deve ser calculado em m2! Outro exemplo: Qual a quantidade de concreto que será consumido na obra? Isso será calculado em m3. Desse modo sabe-se antes do início da obra o consumo de materiais que ela exigirá.

A partir daí, deve-se fazer uma planilha de composição de preço unitário de cada item. Por exemplo, qual é o custo de um metro quadrado de alvenaria pronta? Deve-se levar em conta os tijolos, a mão de obra e a argamassa e esta por sua vez terá uma outra composição de custo unitário que será constituída de areia, água, cimento e mais mão de obra. Ou seja, uma Composição de preço unitária (CPU) pode ser utilizada em outras CPU’s.

Veja por exemplo a composição de preço unitário da alvenaria. A primeira imagem mostra a composição final:

 

 CPU

 

Mas a argamassa mista de cimento também possui sua própria planilha de composição de preço unitária:

cpu auxiliar

 

Repare que cada planilha de preço unitário é divida em Mão de obra, Materiais e equipamentos. Isso permite que haja maior clareza dos gastos da obra. Repare também que a mão de obra precisa de cálculo de encargos sociais o que faz com que o total de mão de obra já seja o preço final que o dono da obra vai gastar. Outro item a ser comentado aqui é a unidade de cada material e equipamento. Por exemplo, um equipamento alugado deve ter unidade de hora, dia ou mês, já um equipamento comprado deve ter unidade de UN, desse modo pode-se definir o valor final de uma planilha de custo unitária. 

A partir daí deve-se montar a planilha de quantidades e preços. Essa planilha vai ser o norte da obra. O que sair da planilha está errado, o que estiver de acordo com a planilha está certo. Nessa planilha deve-se colocar os Itens mais amplos e dividi-los de acordo com a etapa da obra como:

Fundações: Escavação, Sapatas

Estrutura: Lajes, Pilares, Vigas

Veja a seguir um exemplo de planilha de quantidades e preços:

PQP

Feito isso, você conseguiu fazer o orçamento da sua obra! Falta agora colocar no preço final os custos indiretos. Esses custos têm esse nome por não estarem diretamente associados a nenhuma quantidade de material, produto ou equipamento. De acordo com o livro “Como preparar orçamento de obras” o custo indireto varia entre 5 e 30% do custo total da obra e oscila de acordo com os seguintes itens:

- Localização geográfica: Custos com viagem e mobilizaçãoo

- Política da empresa

- Prazo

- Complexidade da obra

Agora sim!! O orçamento está pronto e você está bem preparado para fazer a sua obra! Good Luck!