Decks

Qual a melhor madeira para deck externo?

QUAL A MELHOR MADEIRA PARA DECK EXTERNO? 

O projeto de uma casa demanda diversos fatores para um resultado satisfatório. Dentre eles, está a arquitetura de todos os elementos que irão compor o ambiente. Assim, em muitos casos, a madeira é uma excelente opção por ser um material decorativo bastante versátil. 

A madeira é ideal para quem deseja elementos mais orgânicos e naturais, deixando o ambiente mais acolhedor para os moradores e visitantes. Por conta de sua versatilidade, ela pode ser empregada em casas e apartamentos, tanto nas áreas internas quanto externas. Tudo dependerá do projeto. 

Neste artigo, focaremos em seu uso externo, com a sua utilização em um deckde madeira. 

Mas, afinal, o que é o deck de madeira?

O deck é uma estrutura composta por pallets de madeira maciça. Assim, ele pode estar presente em diversas partes do lar, como pisos, revestimentos de parede, ao redor de piscinas, como suporte para jardins verticais e tantas outras possibilidades.  

É comum ser identificado seu uso externo, a exemplo das garagens, jardins, piscinas e demais áreas de lazer. Porém, é necessário se atentar ao tipo de madeira com a qual o deck é construído, pois ambientes internos e externos demandam qualidade e materiais bem distintos.  

Como escolher a madeira certa? 

Ao escolher uma madeira para construir um deck externo, é necessário se atentar a três fatores valiosos, que impactarão o projeto como um todo: 

° Resistência: o material deve resistir ao calor do sol e à chuva. A ação do tempo presente em fatores, como umidade e poeira também devem ser considerados.  

° Densidade: por ser disposta em ambiente que possui um tráfego grande de pessoas, é importante que a madeira seja densa e resistente para evitar o desgaste por conta do uso. 

° Coloração: a cor do material deve ser pensada como parte do projeto. Assim é possível escolher aquela que será mais harmônica com o ambiente. 

Qual é a melhor madeira para deck externo? 

Esta questão não tem uma resposta única. Afinal, tudo dependerá do projeto. Porém, é importante que arquitetos, engenheiros e proprietários saibam a qualidade dos materiais e em quais situações eles serão melhor aproveitados. Assim, daremos algumas dicas excelentes para compor o deck de madeira externo: 

° Ipê: com um tom marrom-escuro, essa é uma das melhores madeiras para deck. Isso porque o material é denso, forte, resiste aos parasitas, à umidade, e envelhece mantendo a sua beleza. 

° Peroba rosa: sua cor pode ir do amarelo ao rosa avermelhado, e isso a torna bem versátil quando falamos da harmonia do ambiente. Ela é densa, pesada, bastante durável e apresenta um ótimo acabamento. 

° Cumaru: o tom castanho-claro-amarelado é uma excelente opção para trazer leveza ao espaço. Essa madeira também é densa, resistente a cupins e fungos, e apresenta boa durabilidade.  

° Teca: a cor marrom com toques acobreados sofisticação para o ambiente, mesmo que ele seja externo. Ela também apresenta qualidade e boa duração. 

Manutenção do deck externo

Por ser um elemento natural, a madeira sofre a ação do tempo de uma maneira mais intensa que materiais artificiais. Desse modo, ela absorve e expele umidade, pode apresentar inchaços, rachaduras e manchas, por exemplo. Todos esses fatores prejudicam a vida útil do deck.  

Assim, fazer uma manutenção constante é essencial para a preservação dessa peça. O recomendado é que ela seja feita a cada 6 meses, ou, no máximo, uma vez por ano. 

Ela segue dois passos bem simples que os próprios proprietários podem tentar aplicar. Porém, caso não se sinta capaz, o ideal é contratar um profissional. Assim, o deck não corre o risco de ser danificado no processo. 

O primeiro passo é lixar toda a extensão da madeira, para igualar sua forma. E o segundo é aplicar um verniz impermeabilizante, que protegerá o deck contra a umidade, aos raios UV e a microorganismos.

Simples, não é mesmo? 

 

Tem mais dúvidas sobre madeira? 

A Macal tem uma equipe completa de especialistas disposta a ajudar no seu projeto!