Pisos

Quanto custa um piso de madeira?

Os pisos de madeira maciça, assoalhos e tacos são muito bonitos. No entanto, normalmente, são vistos como a opção mais cara para revestimento. Será que isso é verdade? Afinal, o preço pago na compra do piso não é o único investimento que se faz para revestir a casa, concorda?  

Enfim, além do preço do material, é preciso estar atento ao custo de instalação e de manutenção. 
Está em dúvida sobre o assunto? Não sabe que decisão tomar para concluir o seu projeto? Não se preocupe! Vamos fazer uma análise simples para facilitar na sua escolha de que piso vale a pena comprar, em termos de custo-benefício. 

Piso de madeira maciça ipê X piso laminado/vinílico 

Quando o assunto é piso, a famosa madeiraié a melhor opção do mundo em termos de resistência e durabilidade. Essa espécie é encontrada no Norte do Brasil de forma abundante e é extraída mediante manejo sustentável da floresta, ou seja, sem danos à sustentabilidade da natureza. Já o piso laminado/vinílico, por sua vez, é industrializado e consome muitos recursos naturais, gerando alguns dos impactos mais tóxicos do mundo. 

Outra observação importante é que o idura facilmente de sete a oito vezes mais do que o laminado/vinílico em um piso qualquer. Obviamente, o piso de madeira maciça deve ser envernizado periodicamente, mas esse custo de manutenção é incomparavelmente menor do que seria se precisasse trocar todo o laminado, uma vez que este não pode ser lixado, reenvernizado e revitalizado. 

Sendo assim, pense bem! O tempo de duração do piso de madeira, entre uma manutenção e outra, é duas vezes maior do que a vida útil total de um laminado. Isso ocorre porque a espessura do piso laminado é de aproximadamente 0,7 cm, sendo que apenas 0,2 cm desse material possui a verdadeira cor aparente do piso. Enquanto isso, o piso de madeira maciça tem uma espessura de 2 cm de pura beleza e sofisticação.

Comparativo final

Com essas comparações, chegamos à questão: o piso de madeira maciça de idura de sete a oito vezes mais do que o laminado; mas será que o custo dele, considerando as manutenções, ainda é mais barato do que o laminado/vinílico ao longo de toda sua vida útil? 

Esta é uma questão relevante! 

Para fazer essa análise, fizemos um comparativo de custo de ciclo de vida dos dois materiais na pior situação possível de diferença de preço, na qual o piso de madeira assoalho deiextra, de 10 cm de largura, é comparado a um laminado de cor ipê. 

A diferença inicial do preço dos produtos chega a ser de três vezes o valor do material mais barato. Consideramos também um custo de instalação quatro vezes maior para o piso de madeira maciça do que para o laminado/vinílico.
 

Tem mais dúvidas sobre madeira? 

A Macaltem uma equipe completa de especialistas disposta a ajudar no seu projeto!